20 agosto 2016

Projeto Literatura afro-brasileira: "Entrelaçando Fios"


Escola coronel Nicolau Siqueira – Águas Belas – PE. Professora Josefa Libório
PROJETO LITERATURA AFRO- BRASILEIRA: ENTRELAÇANDO FIOS
1.    APRESENTAÇÃO
O projeto “Literatura brasileira: Entrelaçando Fios”, se propõe trabalhar a literatura poética afro-brasileira com os estudantes do 2º ano do Ensino Médio como atividade de Língua Portuguesa. Nesse projeto serão estudados a Lei 10.639/2003, textos literários, mapas da África, características geográficas, políticas e culturais dos países onde os autores dos textos nasceram. Poesias, que serão interpretadas, declamadas e escritas em formato prosa pelos estudantes num sarau de poesias.
2.    OBJETIVOS
GERAIS
Conhecer a Lei 10.639/2003 e suas implicações para a educação brasileira.
Conhecer países africanos de Língua portuguesa.
Explorar as dimensões sociais, culturais, políticas, geográficas e literárias desses países.
Promover oportunidade de discussão e reflexão sobre cultura afro.
Desenvolver a colaboração entre alunos envolvidos na apresentação do sarau literário.
Compreender fatos políticos e sociais identificados nas análises das poesias.
Levantar dados históricos geográficos e culturais a partir da análise dos textos literários.
Aprender a fazer pesquisas bibliográficas.
Reconhecer discursos combativos em relação às condições do negro representado nas poesias.

LETRAMENTO LITERÁRIO
Diferenciar prosa e poesia.
Analisar o texto literário como resposta ao autor às questões do seu tempo.
Analisar o texto literário dando respostas pessoais aos questionamentos do autor.
Transcrever as poesias para textos em prosas.
Compreender o processo de produção das poesias.
Perceber possibilidades de entrelaçamento entre literatura africana e literatura brasileira.
Reconhecer a relevância da literatura afro para a construção da cultura brasileira.
Reconhecer a importância da literatura para a formação da identidade do povo brasileiro.
Estabelecer relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção.

LEITURA
Reconhecer as possíveis intenções do eu lírico.
Reconhecer os efeitos de sentido de recursos de linguagens figuradas: metáfora, metonímia, personificação, hipérbole, etc.
Reconhecer a função poética da linguagem em textos escritos em prosa.

ORALIDADE
Desenvolver a oralidade através da declamação de poesias.

PRODUÇÃO ESCRITA
Produzir textos em prosa a partir de textos em poesia.

3.    METOLOLOGIA
3.1.        Em sala de aulas:
Distribuição de textos com poesia de escritores africanos e brasileiros cujo tema seja o negro.
Estudo, análise e apresentações dos textos, em duplas.
Orientações para pesquisas bibliográficas dos escritores das poesias a serem estudadas.
Orientações para a transposição dos textos de poesias para textos em prosa.
Apresentação do mapa mundi apontando para a localização geográfica dos países africanos, quando serão abordadas questões referentes à política e cultura dos países de origem dos escritores.
Estudo do texto da Lei 10.639/2003.
Ensaio para apresentações das poesias no sarau literário.
3.2.        No sarau:
Os estudantes devem ornamentar a sala com tema afro. Expor imagens dos escritores com suas biografias. Cuidar do figurino dos apresentadores. Providenciar os equipamentos para a apresentação, organizar o cronograma de convites às outras turmas, fazer a recepção das turmas visitantes, organizar toda a apresentação, e demais atividades referentes ao sarau.

4.    AUTORES SUGERIDOS:
Solano Trindade.
Mia Couto.
Amícar Cabral.
Agostinho Neto.
José João Craveirinha
Castro Alves.

5.    FECHAMENTO
Apresentação de sarau literário para outras turmas da escola.

6.    AVALIAÇÃO
·         Oralidade (desenvoltura, interpretação, gestos, etc.)
·         Participação nas atividades relacionadas ao sarau.
·         Produções textuais.


·         Acompanhamento das atividades realizadas na sala de aulas.

09 fevereiro 2014

Programa Direitos Humanos 3º Ano

PROGRAMA ANUAL DE DIREITOS HUMANOS – 2014
3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO - UNIDADE I - (FEVEREIRO, MARÇO e ABRIL)

EIXO TEMÁTICO: PRÁTICA PEDAGÓGICA E AS RELAÇÕES ÉTNICOS-RACIAIS NA SOCIEDADE BRASILEIRA (CULTURA AFRO-BRASILEIRA)

CONTEÚDOS
1.       Textos relacionados às questões étnico-raciais dos livros didáticos.
2.       Razão de proporcionalidade entre:
a)      Negros e brancos  no Brasil.
b)      Empregabilidade
c)       Salário
d)      Encarcerados
e)      Entre os universitários.
3.       A mídia e a questão étnico-racial.
4.       Filme: Mandela: Luta pela Liberdade.


 COMPETÊNCIA/HABILIDADE

C2 – Construir instrumentos para uma melhor compreensão da vida cotidiana, ampliando a visão de mundo e o horizonte de expectativas nas relações interpessoais com os vários grupos sociais.
H6. Avaliar a necessidade do convívio social para o ser humano e as tendências de comportamento que configuram a sua identidade social.
H7. Identificar as mudanças e permanências das relações sociais na sociedade atual, diferenciando individualidade de individualismo.
H36. Associar identidades culturais as seus processos históricos.

SITUAÇÃO DIDÁTICA

Situação didática: Organizar grupos de estudo e pesquisa que se encarreguem das atividades
1.       Filme: Mandela: Luta pela Liberdade. Todos assistirão ao filme.
Grupo 1. Cada membro faz uma resenha crítica do filme e apresenta aos colegas.
Grupo 2. Pesquisar e organizar cartazes com razão de proporcionalidade, no Brasil, entre:
  1. Negros e brancos.
  2. Empregabilidade.
  3. Salário. Encarcerados.
  4. Entre os universitários.

Grupo 3. Pesquisar e apresentar (com vídeos, cartazes, textos, documentários, etc.) mídia  brasileira e questões étnico-raciais.
Grupo 4. Criação de poemas e poesias sobre situações étnicas no Brasil.
Grupo 5. Pesquisa sobre racismo na escola onde você estuda. Relações: professores, estudantes e funcionários em geral. (Obs: Pesquisa sem qualquer tipo de identificação).


Programa História 2º ano

PROGRAMA ANUAL DE HISTÓRIA – 2º ANO – 2014
2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO - UNIDADE I - (FEVEREIRO, MARÇO e ABRIL)

EIXO TEMÁTICO: HOMEM, NATUREZA E CULTURA

CONTEÚDOS


1.       Processos de hegemonia cultural
·         Os mitos e as grandes navegações.
·         A construção da sociedade colonial.
·         Fragmentos da vida quotidiana colonial no Brasil.
·         Sociedade e estrutura colonial.
·         Influência dos meios de comunicação em massa.
2.       Processos de interculturalidade
A colonização na América e o Imperialismo na África e Ásia: o padrão civilizatório europeu ocidental: branco, cristão e masculino.

COMPETÊNCIA/HABILIDADE


C 7 - Compreender as transformações dos espaços como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder.
(Correlacionada com a Competência 1,2, 7 da Área - CA1, 2, 7)
H32 - Identificar os significados histórico-geográficos das relações de poder entre as nações europeias.
H33 - Analisar a ação dos estados europeus no que se refere à dinâmica dos fluxos populacionais e no enfrentamento de problemas de ordem econômico-social.
H34 - Comparar o significado histórico-geográfico das organizações políticas e socioeconômicas em escala local, regional ou mundial.
H35 - Conhecer os principais motivos que estimularam às grandes navegações.
H36 - Conhecer alguns aspectos relacionados a vida política, econômica e religiosa colonial brasileira.
H37 - Apresentar diferenças e semelhanças entre os povos europeus, povos indígenas e africanos.

H38 - Identificar contribuições dos africanos, indígenas e europeus, na construção da sociedade brasileira.